Depoimentos

O pensamento de Norberto Odebrecht não ficou registrado apenas no papel, mas nas ações daqueles que aplicam seus ensinamentos. Confira depoimentos de pessoas que tiveram suas vidas marcadas pelo exemplo desse líder.

"Ainda em formação..., e no meu primeiro emprego, trabalhei diretamente, não sei se por sorte ou azar, com o dono de uma grande empresa aonde conheci uma cultura empresarial peculiar que pregava que “o empregado não é pago para pensar, mas sim para fazer o que o chefe manda”. Recém formado, primeiro emprego, forasteiro (mineiro na Bahia), achei que era assim o mundo empresarial.

Genuinamente inquieto, no entanto, ousei olhar fora da caixinha, e assim fui convidado a trabalhar na Odebrecht, aonde ingressei pela porta da CODEVERDE, sem sequer imaginar que essa porta me levaria ao convívio direto com Dr. Norberto, levado pelas mãos do meu primeiro líder, Sylvio Tude, Conselheiro Consultivo da ODB. Jovem, ávido por conhecimento e ensinamentos, ouvia atentamente as orientações precisas e indeléveis que recebia a cada encontro com Dr. Norberto.

De uma forma muito rápida me vi em Reuniões de Conselho na presença de figuras ilustres baianas, senhores que transmitiam conhecimentos acumulados nos cabelos brancos ou na falta deles, e eu inserido naquele grupo, sempre capitaneado por Dr. Norberto que sintetizava e complementava as diretrizes. Uma verdadeira escola. Se de fato pudesse caracterizá-lo com uma frase seria: Um Líder Formador!

Dr. Norberto tinha hábitos que me fascinavam... A capacidade que tinha de finalizar um assunto e partir para outro sem trazer daquele anterior nenhum resquício; uma página em branco para o novo. Para tanto, Dr. Norberto, naturalmente, passava a mão na testa, dava um coque na mesa e pronto: este ato físico o deixava apto a receber o novo sem pré-existências. Um Executivo com uma disciplina Invejável!

Numa reunião de alinhamento, levei um problema para que ele desse a solução. Nesta ocasião entendi o conceito de linha e apoio. Ele humildemente se colocou como apoio e de uma forma ampla contextualizou a questão, mostrando o cenário em que estávamos de forma que a solução partiu de mim e não dele.

Depois de anos, já como líder, traço meus caminhos e influencio meus liderados buscando as lições aprendidas e que permaneceram para sempre em minha memória. Aprendi que não pode haver uma reunião que não tenha Agenda/Súmula, a importância de fazer registros dos fatos ocorridos para criar a “Memória/História da Empresa” para que pudesse haver uma sucessão em caso de mudança de PA, a necessidade de sermos disciplinados para se conquistar o respeito e por fim a confiança das pessoas, e nunca o contrário.

São ensinamentos para o resto da vida que trago comigo até hoje, não só na vida profissional, como também na vida pessoal.

Apesar de estar sempre focado em aproveitar cada minuto com Dr. Norberto para absorver o máximo de seus ensinamentos, confesso que adorava quando Hebe marcava as reuniões com ele por volta das 10h... seguramente iria compartilhar com ele umas fatias de maçã que D. Glória carinhosamente trazia, nos raros momentos em que deixava de enxergar Dr. Norberto e conseguia olhar meu professor, igual a menino pequeno, ainda em formação..."

 

Julio Perdigão, Diretor na Odebrecht Transport (OTP).

“Apesar dos muitos anos de empresa, nunca convivi diretamente com Norberto Odebrecht. O convívio se resumia a vê-lo diariamente pelos corredores e elevadores do edifício Odebrecht de Salvador. Sempre muito elegante, em seus ternos claros de linho. Sempre muito educado, dando bom dia a todos que encontrava em seu caminho.

Nos tempos em que trabalhei no edifício de Salvador, eu costumava passear pelo Núcleo de Memória e ler incansavelmente a trajetória de Dr. Norberto. Sempre achei genial como ele reergueu a empresa falida que herdou do pai, por meio dos 3 pactos. E, principalmente, sempre achei genial o pacto social, tornando cada mestre responsável por sua obra, partilhando responsabilidades e resultados.

Outra parte do Núcleo que me encantava era a dos projetos no Baixo Sul. Tive a oportunidade de visitar um deles e foi ali que vi o poder transformador dos ensinamentos de Dr. Norberto. Ver jovens serem educados pelo e para o trabalho, disseminando o aprendizado em suas comunidades, tornando-se donos dos seus próprios negócios, gerando resultados e orgulhando-se de seu trabalho foi uma lição de vida.

Uma honra poder falar sobre Dr. Norberto e o quanto o admirava. Na verdade, admiro, pois o homem se foi, mas o legado que ele deixou será eterno."

 

Verena Sá, Gerente na área de Seguros de Pessoas na Horiens

Envie sua mensagem

fundacao@odebrecht.com